A importância de ter apoio ao gerir um negócio

A importância de ter apoio ao gerir um negócio

A sua empresa valoriza as áreas de apoio na gestão? Afinal, administrar um negócio é como manter a saúde do corpo.

Ou seja, para que toda a empresa funcione é preciso que cada setor atue de forma organizada, segura e eficiente.

Sabe quais são os departamentos que possuem mais impacto na continuidade de um negócio? Continue a leitura e conheça-os de seguida.

Os principais setores de apoio na gestão empresarial

Ainda é comum que gerentes e diretores tratem determinados departamentos da empresa como secundários.

Negligenciar setores de apoio estratégico resulta, a longo prazo, em problemas de gestão, pouca otimização de processos e desperdício de recursos.

A principal característica de um negócio bem-sucedido é saber valorizar e incluir a contribuição de todos os setores no planeamento geral.

Alguns dos setores cruciais para uma empresa, e que não estão diretamente relacionados à produção são o financeiro, administrativo e recursos humanos.

Estas áreas sustentam a estrutura em que o negócio se desenvolve e cria o ambiente certo para identificar e aproveitar novas oportunidades de mercado.

De seguida, falamos mais detalhadamente sobre cada uma destas áreas de apoio à gestão empresarial.

1 – Recursos Humanos

São muitos os fatores que vão determinar o sucesso de uma empresa e um deles é a gestão de recursos humanos.

Quando a equipa possui uma relação harmoniosa, há confiança e boa comunicação entre os membros, os resultados são positivos.

Isso significa que o relacionamento interpessoal é uma parte fundamental para a construção de um ambiente de trabalho saudável. Isto, por sua vez, irá contribuir para a melhoria constante da organização.

A gestão dos recursos humanos consiste num conjunto de técnicas utilizado pelas empresas para potencializar as habilidades dos profissionais e alcançar resultados.

Por isso, aprender a gerir os recursos humanos é vital para qualquer negócio.

Os responsáveis por essa gestão precisam ter uma visão macro da empresa e conseguir identificar os erros a serem corrigidos, lutando constantemente pelos resultados.

2 – Setor financeiro

O setor financeiro ou contabilidade é responsável por medir os dados financeiros da empresa, analisando custos, receitas, despesas…

Além de realizar a análise destes dados, o setor é responsável também por comunicá-los ao gestor ou a quem for necessário através de relatórios.

Isso significa que a contabilidade fornece à empresa diversas informações que são úteis, também, para a tomada de decisões assertivas.

Dessa maneira, gestores ou líderes conseguem analisar os dados e informações cruciais da empresa antes de fazer escolhas, e assim prever situações de risco, por exemplo.

Além disso, a prática contábil auxilia na gestão empresarial. Isto porque procura manter a situação financeira estável e positiva, desde o fluxo de caixa até o balanço patrimonial.

3 – Administrativo

O setor administrativo é também um dos mais importantes. Está relacionado ao planeamento estratégico da empresa, gestão, atribuição de tarefas, coordenação, análise de dados e supervisão dos outros setores.

As tomadas de decisão e direções da empresa, geralmente, concentram-se neste setor.

Por tudo isso, é importante adotar uma perspetiva de negócios que contemple a empresa como um organismo vivo.

Ou seja, somente o funcionamento harmonioso e sincronizado dos “órgãos”, ou setores de apoio, garante a sobrevivência e o crescimento do negócio como um todo.

Por isso, qualquer empresa precisa de diversos departamentos que operem em conjunto.

Além dos setores básicos que mencionamos acima, a depender do nicho de negócio há também que considerar os departamentos jurídicos, TI e comercial.

O sucesso somente é conquistado com a contribuição de toda a equipa, atuando nos diferentes segmentos de apoio na gestão empresarial.

 

No Comments

Post A Comment