Microempresário O que significa

Microempresário: O que significa?

O microempresário é o responsável por uma empresa de pequena dimensão, ou microempresa.

Para se enquadrar na categoria de microempresa, o negócio deve empregar menos de 10 trabalhadores. Deve, também, ter volume de vendas que não ultrapassem os 2 milhões de euros.

Atualmente, com tantos incentivos ao empreendedorismo, é possível notar um aumento significativo no número de microempresários.

No artigo de hoje vamos falar mais sobre o assunto, mencionando o que diz a legislação sobre as microempresas.

Tudo o que um microempresário deve saber para gerir o seu negócio

Conforme dito, o microempresário é a pessoa responsável, ou seja, quem está à frente de uma microempresa.

Sobre esta categoria de negócio, O Decreto-Lei n.º 372/2007, de 6 de novembro, estipula o seguinte:

“Na categoria das PME, uma micro empresa é definida como uma empresa que emprega menos de 10 pessoas e cujo volume de negócios anual ou balanço total anual não excede 2 milhões de euros.”

Além disso, considera-se como condição para a criação de uma microempresa

  • Criação de empresas de produção de bens, ou serviços transacionáveis;
  • Projetos com viabilidade económica;
  • Cumprimento da legislação aplicada à atividade em questão;
  • Capacidade profissional por parte do empresário;
  • Obrigatoriedade do sistema de contabilidade organizada.

Assim, reunimos algumas dicas para que qualquer novo microempresário seja capaz de fazer uma boa gestão do seu negócio.

1 – Analisar o seu comportamento empreendedor

Tornar-se empreendedor é um desafio, e o primeiro passo é transformar a sua mentalidade de funcionário para dono da empresa.

Por isso, não basta ter conhecimento no setor ou ser um amante da área em que pretende abrir um negócio.

É preciso ter uma atitude empreendedora e saber tomar decisões de forma inteligente. É, igualmente, importante investir na formação contínua e manter-se atualizado em relação ao mercado.

2 – Elaborar um modelo de negócio

Muitos aspirantes a empresários têm uma boa ideia, mas nem sempre uma boa ideia será um negócio.

Para colocar em prática este projeto é preciso elaborar um modelo de negócio. Ou seja, pensar em estratégias e metodologias que possam consolidar o que idealizou.

3 – Estudar a viabilidade financeira

Será que o negócio é rentável? Qual será a margem de lucro? Será capaz de sustentar o negócio financeiramente?

Estas são algumas das questões que o microempresário deve fazer antes de investir financeiramente no projeto.

Fazer um estudo de viabilidade financeira é fundamental para reduzir os riscos e evitar o desperdício de dinheiro. Isto impede-nos de cometer erros que poderiam ser previamente identificados.

4 – Formalizar a empresa

Todas as empresas são regidas por leis e regras, até mesmo as de menor dimensão. Por isso, é necessário conhecer estas normas antes de abrir as portas do negócio.

Alguns empresários alegam desconhecer grande parte das formalidades para criar uma empresa. Posteriormente, ficam surpresos com as obrigações, os direitos e os deveres que são exigidos legalmente.

Para evitar problemas futuros, seja com os recursos humanos, ou questões tributárias, é importante garantir que tudo esteja em conformidade legal.

5 – Saber como ter acesso a mercados e linhas de crédito

Todos sabemos que um negócio precisa de clientes para sobreviver. Mas, como ter constantemente acesso ao mercado?

Neste sentido, é importante que o microempresário seja proativo, participando em feiras e eventos. Assim poderá ampliar a sua rede de contatos, abrindo portas para novas oportunidades e clientes.

O investimento também é um importante fator para a sustentabilidade da empresa. Seja através de dinheiro próprio ou através de linhas de crédito e financiamentos.

É possível encontrar diversas iniciativas e auxílios para pequenas empresas, como o IAPMEI, por exemplo.

Tornar-se um microempresário é, certamente, desafiador.

Porém, com planeamento e responsabilidade é possível superar os obstáculos que surgirem, transformando uma boa ideia num negócio rentável.

No Comments

Post A Comment