Tudo o que precisa saber sobre o IVA dedutível

Tudo o que precisa saber sobre o IVA dedutível

Se tem uma empresa, sem dúvidas já deve ter ouvido o termo IVA dedutível, certo? Afinal, está muito presente na rotina dos negócios.

E com o crescimento dos profissionais autónomos e das pequenas e médias empresas, esta sigla tornou-se ainda mais popular.

Sendo assim, o termo está cada vez mais inserido no dia a dia dos contribuintes.

Mas sabe o que é este tipo de IVA e qual a sua importância na prestação de um serviço?

Se ainda não, este é o momento em que vai ficar a saber!

IVA dedutível: Qual o seu significado?

O IVA (Imposto Sobre Valor Acrescentado) é o imposto que se traduz no montante que os contribuintes podem recuperar.

Ou seja, o IVA é pago sempre que se adquire um produto ou serviço.

Porém, o Governo entende que, se estes bens e serviços forem utilizados no exercício das atividades, as empresas não devem pagá-lo na totalidade.

Desta forma, o Estado aceita devolver parte ou o total deste valor que foi pago quando for realizado o acerto tributário. Este é o IVA dedutível.

E onde é aplicado este imposto?

O Imposto Sobre o Valor Acrescentado incide sobre as compras realizadas e a sua aplicabilidade ocorre nas mais diversas transações.

Seja na compra de um carro, de um telemóvel, de uma peça de roupa ou até mesmo num bilhete de cinema.

Assim, o IVA é um imposto imprescindível para o Governo. Afinal, é uma das principais fontes de rendimento.

Vale salientar que existem alguns serviços que estão totalmente isentos do pagamento do IVA. Esta isenção aplica-se ao setor de habitação, educação e saúde.

Como se calcula?

O cálculo do IVA dedutível é feito através do valor do IVA suportado. É através deste que o Estado consegue deduzir o valor a devolver ao contribuinte.

Feito isto e para chegar ao valor exato, deve saber que o IVA liquidado também é utilizado nesta conta.

Sendo assim, podemos exemplificar da seguinte maneira:

  • A Números&Cardinais pagou 100 euros de IVA. Portanto, um IVA dedutível a 50%;
  • Dos 100 euros pagos, o Estado vai devolver-lhe 50 euros;
  • No momento da venda dos seus serviços, a Números&Cardinais recebeu do cliente “x” euros de IVA;
  • A Números&Cardinais vai pagar às Finanças os “x” euros, menos os 50 euros que o Governo tem que lhe devolver;
  • Sendo assim, o valor de IVA a pagar é o montante restante.

Portanto, a fórmula matemática para fazer este cálculo é:

IVA liquidado – IVA dedutível = IVA a pagar.

Desta forma, podemos perceber que, quanto mais longo for o trajeto de um serviço ou produto, mais o Governo recebe em impostos.

Isto, claro, desde a produção até à cadeia final do processo que é a chegada do produto/serviço ao consumidor.

Este é o cálculo realizado pelo Estado para chegar ao valor exato que deve devolver ao contribuinte.

Por fim, podemos dizer que conhecer a fundo os pormenores do IVA dedutível é fundamental para a manutenção das contas das empresas.

No Comments

Post A Comment